domingo, 7 de janeiro de 2018

ANALFABETISMO NO BRASIL

字母表 3D
Roberto Gameiro

Você já imaginou se quase toda a população da cidade de São Paulo fosse constituída de analfabetos?

Segundo o IBGE, a população estimada de São Paulo, em 2017, era de 12.106.920 pessoas. E segundo o mesmo IBGE, na Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad-2016), divulgada no dia 21/12/17, o número de analfabetos (15 anos de idade ou mais) no Brasil era de 11.800.000 pessoas, ou 7,2% do contingente (no Pnad-2014, eram 13.200.000).

A comparação que faço pode parecer esquisita, mas o número, embora não seja novidade, assusta, pois a quantidade de analfabetos no país beira o número de habitantes da cidade mais populosa, já tendo sido maior. 

Assim como preocupa o fato de que na população com mais de 60 anos, o número é de mais de seis milhões de analfabetos, ou 20,4%; entretanto, numa análise simples, o fato de este contingente constituir mais da metade do total, mostra que estão aparecendo resultados positivos nos investimentos do país no processo de alfabetização da população mais jovem. Há esperança, portanto, a médio e longo prazos.

A pesquisa mostra, também, que, no Nordeste, a taxa de analfabetos entre os que têm 15 anos ou mais, 14,8%, é mais do dobro da média nacional (7,2%), enquanto no Norte é de 8,5%, no Centro-Oeste 5,7%, no Sudeste 3,8% e no Sul 3,6%.

Nesse contexto, a economia brasileira apresenta sinais de recuperação nesta passagem de 2017 para 2018, ao tempo em que o desemprego, a passos curtos, diminui gradativamente, mas longe de voltar a um patamar aceitável (12,2% até outubro). A recuperação, porém, não se apresenta uniforme em todo o território nacional; é mais lenta no Nordeste, justamente a região que tem mais analfabetos, e mais alentadora no Sul, Sudeste e Centro-Oeste. 

Essa performance da economia influencia, por óbvio, a realização de novos projetos em Educação, por absoluta falta de verbas, ou de vontade política para fazê-lo, ou, ainda, por falta de competência de quem de dever.

País continental, com características regionais que desafiam cotidianamente os cidadãos e os governos, agravadas por um sistema de corrupção endêmico, resiliente e contumaz, o Brasil carece de mais iniciativas na área da Educação que sejam perenes, persistentes e competentes. Especialmente no campo da alfabetização.

Será que um dia o brasileiro vai ouvir a notícia de que o analfabetismo foi erradicado do país?

Artigo editado e publicado no jornal “O Popular” de Goiânia em 07/01/2018.


SE VOCÊ GOSTOU DESTE ARTIGO, veja outros posts de Roberto Gameiro em: http://www.textocontextopretexto.com.br.


Roberto Gameiro é Palestrante, Consultor e Mentor na área de “Gestão de escolas de Educação Básica”. Contato: textocontextopretexto@uol.com.br


Conheça o PORTFÓLIO de Roberto Gameiro:

PORTFÓLIO DE ROBERTO GAMEIRO - CLIQUE AQUI

Share:

0 comentários:

Postar um comentário

ROBERTO GAMEIRO - FORMANDO CIDADÃOS CONSCIENTES

TRADUZA - TRANSLATE

PESQUISE NESTE BLOGUE

Adquira já o livro digital!

Adquira já o livro digital!
O TEXTO NO CONTEXTO COMO PRETEXTO: PARA LEITURA E DEBATE EM FAMÍLIA - COM OS FILHOS

Reprodução

Autorizada, desde que com a citação dos nomes do Blogue e do Autor.

SEGUIR POR E-MAIL

Busca na Wikipedia. Digite o assunto.

Resultados da pesquisa