quinta-feira, 20 de dezembro de 2018

QUEM VAI CHEGAR NO NATAL?

cena do presépio

Roberto Gameiro

Certa feita, o diretor de uma escola, num fim de ano, por ocasião do Advento, visitou uma turma de terceiro ano para conversar com as crianças sobre esse momento importante do Cristianismo. Depois de introduzir o assunto, perguntou para os alunos: “Quem vai chegar no dia 25 de dezembro? ” (Ele estava certo de que a resposta seria: “O menino Jesus!!!”.)

Mas, qual não foi a sua “surpresa” quando a turma respondeu em uníssono: “Papai Noel!!”

Opção em áudio no YouTube para pessoas com deficiência, ou para sua comodidade: clique aqui

Essa resposta da turma fez o diretor “balançar” um pouco, mas foi momento propício para um diálogo muito interessante e proveitoso com a turminha.

Quem ganhou mais com essa experiência?

As crianças, com certeza, ganharam muito, pois foram lembradas sobre a verdadeira motivação do Natal: o nascimento de Jesus, que é sinônimo de amor e compaixão, sem deixar de valorizar, na medida ponderada, a lenda do bom velhinho que encanta as crianças nessa época do ano, o que, no todo, gratificou profundamente o diretor pela oportunidade.

Melchior, Baltasar e Gaspar, os Reis Magos, vieram de longe e trouxeram presentes para Jesus, os quais representavam a alegria que lhes tomava o coração pelo nascimento do Salvador. Natal é momento sim de dar e receber presentes, mas, mais do que isso, é época de doar e doar-se, levando alegria aos que nos são caros, mas, também àquelas pessoas que esperam muito pouco: atenção, carinho, um contato, uma presença.

No Natal, cabem Jesus e Papai-Noel na vida das crianças, mas há que se fazer as crianças discernirem sobre as grandes diferenças que existem entre ambos. 

 O texto bíblico diz que devemos disseminar a “Boa Nova” constantemente, “oportuna e inoportunamente”.

Fica, então, a pergunta: estamos realmente sendo fiéis à recomendação do Apóstolo Paulo?

Ah! Apenas para registrar: aquele diretor era eu. 

Artigo publicado no jornal "O Popular" de Goiânia em 24/12/2017 sob o título "Quem vai chegar?".



SE VOCÊ GOSTOU DESTE ARTIGO, veja outros posts de Roberto Gameiro em: http://www.textocontextopretexto.com.br

Roberto Gameiro é Palestrante, Consultor e Mentor na área de “Gestão de escolas de Educação Básica”. Contato: textocontextopretexto@uol.com.br


Conheça o PORTFÓLIO de Roberto Gameiro:

PORTFÓLIO DE ROBERTO GAMEIRO - CLIQUE AQUI
Share:

2 comentários:

  1. Grata por compartilhar sua experiência. Venho fazendo canções natalinas a fim de transmitir exatamente nas letras o seu diálogo com as crianças. Também acredito que cabe a nós enquanto educadores estarmos próximos e sermos modelo de amor e compaixão, assim como Jesus nos ensinou. Grata. Forte abraço. Um Natal repleto de boas ações e bons sentimentos junto aos que lhe são queridos. Cristiana Lobo.

    ResponderExcluir
  2. Parabéns desejo a vc tudo de melhor nessa vida!!!

    ResponderExcluir

TRADUZA - TRANSLATE

PESQUISE NESTE BLOGUE

Adquira já o livro digital!

Adquira já o livro digital!
O TEXTO NO CONTEXTO COMO PRETEXTO: PARA LEITURA E DEBATE EM FAMÍLIA - COM OS FILHOS

Reprodução

Autorizada, desde que com a citação dos nomes do Blogue e do Autor.

SEGUIR POR E-MAIL

Busca na Wikipedia. Digite o assunto.

Resultados da pesquisa