domingo, 22 de setembro de 2019

A COMUNICAÇÃO SIGNIFICATIVA

Isso é muito importante

Roberto Gameiro

A curiosidade é própria das crianças; a moderna pedagogia dissemina teorias e práticas que procuram explorar essa característica em prol de uma aprendizagem que seja significativa. 

Por aprendizagem significativa podemos nos referir àquelas informações que são adicionadas aos conhecimentos prévios que o indivíduo já possui e que, consequentemente, constituirão novos conhecimentos, agregarão valor à sua cognição e acrescentarão sentido à sua práxis.

Quanto aos jovens, é forçoso reconhecer que nem sempre a curiosidade destes é acompanhada pela curiosidade significativa de pais e professores em relação a eles.

Por curiosidade significativa em relação aos jovens, designo o interesse pelo que realmente acontece no dia a dia com eles; e não me refiro ao costume de perguntar “como foi na escola hoje?”, que geralmente se contenta com a resposta: “foi tudo bem”. Refiro-me a algo mais profundo, a um diálogo participativo, interativo, olho no olho. Isso requer constância, confiança recíproca, ou seja, uma presença significativa.

“Aprendizagem”, “curiosidade” e “presença” são significantes que carecem de profundidade quando não vêm acompanhados do adjetivo “significativo”. Esse adjetivo qualifica cada um dos substantivos citados.

Esse termo “significativo” acrescenta clareza, relevância, importância, expressividade e valor a qualquer substantivo que usemos no nosso dia a dia relativo a convivência e relacionamento.

Experimente fazê-lo com palavras tão comuns na nossa linguagem coloquial, como, por exemplo: conversa, olhar, abraço, cumprimento e tantas outras.

Claro que não vamos passar a juntá-lo obrigatoriamente a essas palavras em todos os nossos textos e às nossas falas, o que constituiria algo enfadonho e chato.

Trata-se, na realidade, de uma construção muitas vezes apenas mental, não necessariamente escrita, mas que fundamenta propósitos e posturas e qualifica positivamente as nossas ações e decisões, acrescentando sinceridade, força, relevância, foco e intenção na nossa comunicação.

Experimente!

(Leia também)          (Siga-me)

Publicado originalmente em 24/01/18 sob o título "O que é significativo?".


SE VOCÊ GOSTOU DESTE ARTIGO, veja outros posts de Roberto Gameiro em: http://www.textocontextopretexto.com.br

Roberto Gameiro é Palestrante, Consultor e Mentor na área de “Gestão de escolas de Educação Básica”. Contato: textocontextopretexto@uol.com.br


Conheça o PORTFÓLIO de Roberto Gameiro:

PORTFÓLIO DE ROBERTO GAMEIRO - CLIQUE AQUI


Share:

Um comentário:

  1. Nossos modelos diferentes de mundo distorcem nossa visão e a percepção do que é ou não significativo em cada uma das etapas do desenvolvimento.Isso pode tornar difícil ver aquilo que está diante de nós. Uma abordagem importante para nossa reflexão enquanto educadores.

    ResponderExcluir

OUÇA OS PODCASTS DE ROBERTO GAMEIRO - Clique aqui embaixo

SIGA-ME: Clique aqui embaixo

TRADUZA - TRANSLATE

PESQUISE NESTE BLOGUE (digite)

Adquira já o livro digital!

Adquira já o livro digital!
O TEXTO NO CONTEXTO COMO PRETEXTO: PARA LEITURA E DEBATE EM FAMÍLIA - COM OS FILHOS

CÓPIA, REPRODUÇÃO, CITAÇÃO E COMPARTILHAMENTO

Autorizadas, desde que com a inclusão dos nomes do blogue e do autor.

SEGUIR POR E-MAIL

Busca na Wikipedia. Digite o assunto.

Resultados da pesquisa