domingo, 17 de novembro de 2019

COMPROMISSO MARCADO, COMPROMISSO CUMPRIDO!

Banner, Cabeçalho, Plano De Fundo

Roberto Gameiro

Há pessoas que nunca chegam na hora marcada. Você, talvez, conheça alguém assim; quando elas chegam na hora marcada, todos até se surpreendem!

Atribui-se a Ayrton Senna a frase: “no que diz respeito ao empenho, ao compromisso, ao esforço, à dedicação, não existe meio-termo; ou você faz uma coisa benfeita ou não faz”.

Pessoas bem organizadas, hoje em dia, recorrem a agendas, eletrônicas, o que lhes permite, a tempo e a hora, cumprir com pontualidade seus compromissos. Os smartphones ajudam sobremaneira.

Às vezes, compromissos não são cumpridos por não terem sido bem agendados. Horário preciso e local com detalhes são importantes. 

Muitas vezes, indivíduos apresentam como motivos de atrasos e faltas a compromissos, problemas com o trânsito e ou em virtude do tempo. Alguns o fazem reiteradamente; pouco ou nada a ver; são situações que geralmente podem ser previstas, dependendo do horário do dia, ou da época do ano; e quem depende de transporte público precisa sempre considerar a possibilidade de atraso do coletivo.

Na vida estudantil, pontualidade e assiduidade são atributos esperados por qualquer escola, especialmente na Educação Básica. Essa responsabilidade é compartilhada pelos pais e estudantes, mormente quando estes são crianças; nestes casos, o atraso, por exemplo para o início das aulas, é uma responsabilidade dos pais. Quantas vezes, ouvi pais ou mães equivocadamente argumentando que a criança deveria entrar, mesmo atrasada, porque ela (a criança) não era “culpada” pelo atraso. Pontualidade é, portanto, mostra de organização e “sinônimo” de responsabilidade, além de ser exemplo para os filhos e alunos.

Isso inclui, por óbvio, o cumprimento de prazos por parte dos professores em relação à escola e aos alunos. Professores que com frequência não cumprem os prazos combinados com os alunos e com a administração da escola perdem a necessária confiança dos estudantes e provocam reações equivalentes, deseducando ao invés de educar, além de gerar atrasos na divulgação dos boletins de resultados nas datas aprazadas, o que pode parecer aos pais desorganização da escola; e isso vale para qualquer profissional que faça ou pretenda fazer parte de uma equipe.

Compromisso marcado é para ser cumprido “faça chuva ou faça sol”, seja ele remunerado ou não. Essa marca faz parte da identidade do indivíduo. 

Afinal, a vida não é um “Samba do Arnesto”; Adoniran Barbosa (1910-1982), autor e cantor brasileiro, que o diga; ou cante...

Não conhece o “Samba do Arnesto”?   

Artigo editado e publicado no jornal "O Popular" de Goiânia em 14/11/19.

SE VOCÊ GOSTOU DESTE ARTIGO, veja outros posts de Roberto Gameiro em: http://www.textocontextopretexto.com.br.

Roberto Gameiro é Palestrante, Consultor e Mentor nas áreas de “Gestão de escolas de Educação Básica” e “Educação de crianças e adolescentes”. Contato: textocontextopretexto@uol.com.br.

Conheça o PORTFÓLIO de Roberto Gameiro:





Share:

0 comentários:

Postar um comentário

SIGA-ME: Clique aqui embaixo

TRADUZA - TRANSLATE

PESQUISE NESTE BLOGUE (digite)

PÁGINAS COM MENSAGENS DE ROBERTO GAMEIRO

Adquira já o livro digital!

Adquira já o livro digital!
O TEXTO NO CONTEXTO COMO PRETEXTO: PARA LEITURA E DEBATE EM FAMÍLIA - COM OS FILHOS

Reprodução

Autorizada, desde que com a citação dos nomes do Blogue e do Autor.

SEGUIR POR E-MAIL

Busca na Wikipedia. Digite o assunto.

Resultados da pesquisa