domingo, 26 de janeiro de 2020

O ERRO E SUAS CONSEQUÊNCIAS

Votação, Como, Não Gosto, Opinião

Roberto Gameiro

Tomar decisões é fazer escolhas. Nem sempre acertamos nas nossas escolhas. Erros e acertos são consequências de escolhas; ambos são inerentes à condição humana, assim como o livre-arbítrio.

Levanta o braço quem nunca errou!

Dificilmente alguém vai levantar o braço ao comando dessa pergunta.

Confúcio disse, certa vez, que a única maneira de não cometer erros é fazendo nada, e que este, no entanto, é certamente um dos maiores erros que se poderia cometer em toda uma existência. Por outro lado, “não fazer nada” já é uma escolha. Não há como fugir dessa realidade.

Vivemos fazendo escolhas. Isso acontece no dia a dia desde o momento em que acordamos e vale tanto para nossas atividades de cunho pessoal, quanto para as de cunhos social e profissional. Qualquer que seja o status socioeconômico do indivíduo, ele estará sempre tomando decisões das mais simples às mais complexas optando por uma escolha que a ele parecerá a mais apropriada e possível diante das circunstâncias.

Tomar decisões é fazer escolhas. Nem sempre acertamos nas nossas escolhas. Erros e acertos são consequências de escolhas; ambos são inerentes à condição humana, assim como o livre-arbítrio.

Entretanto, há erros que não deveriam depender do livre-arbítrio; recentemente, os militares de um país do Oriente Médio, abateram por engano, com mísseis, um avião comercial. Os 176 ocupantes do voo morreram. Foi um erro fruto de uma decisão infeliz.

Há erros que atingem milhares de pessoas causando insegurança e frustração. Refiro-me aqui ao lamentável erro havido na correção das provas do ENEM de 2019. Além de toda a tensão por que passam os estudantes durante a preparação para a prova, acrescenta-se, agora, a dúvida em relação ao resultado. Fala-se em 6.000 afetados ou mais. O ENEM é a base para a participação dos estudantes que pretendem uma das 237 mil vagas nas universidades federais através do SISU (Sistema de Seleção Unificada). E aí começam outras chateações e inseguranças quando os estudantes encaram no início das inscrições um site (do SISU) difícil de acessar, lento e com informações incongruentes. É angustiante demais para a moçada! Parece até que eles estão enfrentando uma corrida com obstáculos!

Há os que erram por ignorância, ou por teimosia, ou por soberba e nem sempre conseguem reconhecer as implicações dos seus erros. Há os que erram nas melhores intenções, corrigem-se e seguem em frente.

Mas há erros circunstanciais que não oferecem a possibilidade de correção: o erro médico com o consequente óbito do paciente, o erro de um controlador de voos num aeroporto causando desastre com a perda de vidas...

Já nas escolas, os erros dos alunos nas avaliações e atividades são oportunidade de o professor voltar ao ensino daquele conteúdo usando uma metodologia e ou técnica diferentes. O erro faz parte do processo de aprendizagem e, consequentemente, do processo de ensino. Feliz o professor que sabe lidar com os erros dos alunos. 

Às vezes, inventam-se mentiras para justificar um erro. Mas “mentira tem pernas curtas” já diz o ditado popular. Cedo ou tarde, a verdade prevalecerá. 

Portanto, devemos sempre aprender com os nossos erros, assumindo-os, evitando ficar na defensiva ou procurar culpados ou justificativas para autoproteção. 

Quem assume os próprios erros e trabalha para não os repetir, cresce em sabedoria como ser humano e em competência como profissional.

(Leia também)                (Siga-me)

Artigo editado e publicado no jornal "O Popular" de Goiânia no dia 23/01/20. 

 SE VOCÊ GOSTOU DESTE ARTIGO, veja outros posts de Roberto Gameiro em: http://www.textocontextopretexto.com.br.

Roberto Gameiro é Palestrante, Consultor e Mentor nas áreas de “Gestão de escolas de Educação Básica” e “Educação de crianças e adolescentes”. Contato: textocontextopretexto@uol.com.br.

Conheça o PORTFÓLIO de Roberto Gameiro:


Share:

0 comentários:

Postar um comentário

SIGA-ME: Clique aqui embaixo

TRADUZA - TRANSLATE

PESQUISE NESTE BLOGUE (digite)

PÁGINAS COM MENSAGENS DE ROBERTO GAMEIRO

Adquira já o livro digital!

Adquira já o livro digital!
O TEXTO NO CONTEXTO COMO PRETEXTO: PARA LEITURA E DEBATE EM FAMÍLIA - COM OS FILHOS

CÓPIA, REPRODUÇÃO, CITAÇÃO E COMPARTILHAMENTO

Autorizadas, desde que com a inclusão dos nomes do blogue e do autor.

SEGUIR POR E-MAIL

Busca na Wikipedia. Digite o assunto.

Resultados da pesquisa